Parto

by Jennifer Lo-Fi

supported by
/
  • Includes high-quality download in MP3, FLAC and more. Paying supporters also get unlimited streaming via the free Bandcamp app.

     name your price

     

1.
05:02
2.
3.
05:15

credits

released May 30, 2014

gravado entre a casa do tuco, luccas, caio e o apartamento do zé, exceto bateria de frank.bruxelas.???? no estúdio la casa por billy comodoro.

produzido por jennifer lo-fi e diogo de nazaré.

mixado por diogo de nazaré, são paulo, brasil.

masterizado por chris hanzsek, everett, wa, eua.

capa por jéssica fulganio – filha do pinduca produções.

Obrigado a todos que nos escutam, nos ajudam e foram aos shows.

tags

license

all rights reserved

feeds

feeds for this album, this artist

about

Jennifer Lo-Fi São Paulo, Brazil

contact / help

Contact Jennifer Lo-Fi

Streaming and
Download help

Track Name: Acardia
Eu era sopro sem sustento a procurar seu batimento a ressoar
E a cardia ataca
E veio assim que suspira calados fracos se rendem ao seu calor
E pulsa transbordando o interior
Que te devore e faça ver
Que é tão maior que eu só
Você andará e eu andarei
E é tão maior que eu só
Eu fui buzinas frisantes e escalas que ressoam em alto-falantes
Bom mesmo são os instantes
E pulsa até tornar-se maior que qualquer prazer
E a cardia ataca
Que te devore e faça ver
Que é tão maior que eu só
Você andara e eu andarei
E é tão maior que eu só
Ciclo, vício
Só explode e nunca vem
E se vem é em forma de flecha
Que se rompe e não mira a quem
Track Name: Frank.Bruxelas.?????
Nos embebedamos de nos mesmos
Embalsamados em suor
Atentos a cada desespero
Que nos faz ficar a sós
Vai movimenta
dedo nervo sai do chão
Te ergue nessa pele, e vê se fica vivo
Pra esquecer a maldade que faço parte
Segue em frente sem perdão
Que atirem pedras contra luz
Morde a língua de quem quer te ver queimar
Te temem
Quero ver seu grito te salvar
Quando escaldante ser a pele
já não tem pra onde fugir
Nem suas sombras te protegem
E de ecos tortos vindos de dentro dos cantos
Pra não deixar-te escapar/ não deixar-te escapar
Um morto fresco que te assusta
Você não quer ele aqui dentro
te obrigando a escapar
Trocando medo por medo
E de ecos tortos vindos de dentro dos cantos
Pra não deixar-te escapar/ não deixar-te escapar
Se você quiser é verdade
Todo caminho que faço tem maldade
Minto que posso te satisfazer
Só pra te ver ter a dor disso não acontecer
E de ecos tortos vindos de dentro dos cantos
Pra não deixar-te escapar/ não deixar-te escapar
Repulsa que pulsa-me a ter culpa, me culpa te culpa.
Track Name: Épica
E se mede por sentir um só não dois amores
E o frio que dá não saber
Como quem surge de lua, nunca se olha de inteiro
Só deslumbra quando chego
Aos berros fico miúda, viro concha e entro dentro
E deixa derramar
E se mede por sentir um só não dois amores
E o frio que dá não saber
Como quem esquece e muda me deixou de lado
E ao me soltar dos braços
Fingiu pavor
Aos berros fico miúda, viro concha e entro dentro
E se dizia eu sou a face tremula
Que e arrasta em suspirar
E nunca era a mesma dose que se estendia a te calar
E se mede por sentir um só não dois amores
E o frio que dá não saber